25 de jun de 2012


PROGRAMA FORMAÇÃO PROFISSIONAL EM ARTETERAPIA- Matrículas abertas!!!


          Conteúdo Programático 
     (560h)
De acordo com os parâmetros estabelecidos pelas normas da União Brasileira de Associações de Arteterapia (UBAAT) e Associação de Arteterapia do Rio de Janeiro (AARJ).  

MÓDULO I - FUNDAMENTOS APLICADOS À ARTETERAPIA 

1. FUNDAMENTOS DA ARTETERAPIA 
           1.1. Fundamentos teóricos da Arteterapia:
     1.1.1. Conceituação
           1.1.2. História da Arteterapia
           1.1.3. Panorama atual (nacional e internacional)              
    1.2. Linguagem Teórica à pratica de Arteterapia:
    1.2.1. Processo de Amplificação

2. FUNDAMENTOS DA ARTE 
     2.1. História da Arte:
             2.1.1. Pré-História, Antiguidade, Idade Média
             2.1.2. Idade Moderna e Idade Contemporânea    
    2.2.  Linguagem Visual 
               2.2.1. Parâmetros básicos de uma obra de Arte
     2.3. O Processo Criativo

3. FUNDAMENTOS DA PSICOLOGIA ANALÍTICA – TEORIA E PRÁTICA 
3.1. Abordagem Teórica: Eixo norteador- Jung (Vida e Obra)
3.2. Estrutura da Psique:
           3.2.1. Consciente (ego) e Inconsciente Pessoal (complexos)
           3.2.2. Inconsciente Coletivo (arquétipos) e Self
           3.2.3. Persona
           3.2.4. Sombra
           3.2.5. Puer / Senex
           3.2.6. Animus / Anima                         
    3.3. Dinâmica da Psique:
           3.3.1. Símbolo e Signo
           3.3.2. Processo de Individuação           
    3.3.3. Energia Psíquica
           3.3.4. Tipos psicológicos

4. FUNDAMENTOS PSICOSSOCIAIS 
    4.1. Campos de Atuação da Arteterapia
    4.2. Ética Profissional
    4.3. Ciclos do Desenvolvimento Humano:
          4.3.1. Desenvolvimento do Grafismo Infantil
          4.2.2. Ciclos do Desenvolvimento Humano: crianças, adolescentes, adultos, idosos

 MÓDULO II - TÓPICOS ESPECIAIS APLICADOS À ARTETERAPIA 

5. PSICOPATOLOGIA E PSICOSSOMÁTICA 
    5.1. CID10 e DSMI5- Classificação internacional das doenças
     5.2. Sintomatologias dos processos psicopatológicos
     5.3.  Psicopatologia à luz da Psicologia Analítica
     5.4. Aplicabilidade da Arteterapia na Psicopatologia

6. HARMONIZAÇÃO ENERGÉTICA 
    6.1. Terapia Prânica
    6.2. Psicoterapia Prânica

MÓDULO III – INTERVENÇÃO PROFISSIONAL EM ARTETERAPIA

7.  TÉCNICAS EXPRESSIVAS( Linguagens e Práticas em Arteterapia)
  7.1. Teatro Terapêutico
  7.2. Música
  7.3. Expressão Corporal
  7.4. Técnicas Plásticas

 8.  A OFICINA CRIATIVA 

  9. ATELIÊ-  (podendo variar de curso para curso)
        9.1. Sucata       
        9.2. Bonecos de Espuma 
        9.3. Fotografia
        9.4. Escrita Criativa

10.   INSTRUMENTOS TERAPÊUTICOS NA CLÍNICA JUNGUIANA 
        10.1. Interpretação de Sonhos       
        10.2. Contos de Fadas  
        10.3. Imaginação Ativa
        10.4. Caixa de areia    
      
  12.  LEITURAS SIMBÓLICAS DAS TRADIÇÕES CULTURAIS 
        12.1. Mitologia
        12.2. Alquimia

MÓDULO IV - ESTÁGIO SUPERVISIONADO E FORMAÇÃO CIENTÍFICA EM ARTETERAPIA 

 13. ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM ARTETERAPIA  
       13.1. Estágio em grupo social 
       13.2. Supervisão
        
 14. ÁLBUM PESSOAL E APRESENTACAO DO T.C.C. 
     14.1. Elaboração, montagem e apresentação do Álbum Pessoal
      14.2. Apresentação do T.C.C.

 Observações:

1 - A orientação do TCC poderá ser feita em conjunto com membros do corpo docente.
2 - As linguagens e Práticas em Arteterapia serão assim distribuídas: 40 horas para os itens de Teatro terapêutico, Música, Expressão Corporal e Técnicas Plásticas (na disciplina Técnicas Expressivas).
As Técnicas Plásticas (Pintura, Argila, Papier maché, Contação de histórias, Literatura, Mosaico, Bordado, Colagem, Tecelagem, Papel colée, Desenho, Escultura, Instalação e Construção) também serão dadas nos horários da programação teórica do curso.

12 de mai de 2012

Uma boa mãe...por Dalai Lama

A boa mãe é aquela que vai se tornando desnecessária com o passar
do tempo. Vári...as vezes ouvi de um amigo psicanalista essa frase, e
ela sempre me soou estranha. Chegou a hora de reprimir de vez o
impulso natural materno de querer colocar a cria embaixo da asa,
protegida de todos os erros, tristezas e perigos. Uma batalha
hercúlea, confesso. Quando começo a esmorecer na luta para
controlar a super-mãe que todas temos dentro de nós, lembro logo da
frase, hoje absolutamente clara.
Se eu fiz o meu trabalho direito, tenho que me tornar desnecessária.
Antes que alguma mãe apressada me acuse de desamor, explico o que
significa isso.
Ser “desnecessária” é não deixar que o amor incondicional de
mãe, que sempre existirá, provoque vício e dependência nos filhos,
como uma droga, a ponto de eles não conseguirem ser autônomos,
confiantes e independentes. Prontos para traçar seu rumo, fazer suas
escolhas, superar suas frustrações e cometer os próprios erros
também. A cada fase da vida, vamos cortando e refazendo o cordão
umbilical. A cada nova fase, uma nova perda é um novo ganho, para os
dois lados, mãe e filho.
Porque o amor é um processo de libertação permanente e esse
vínculo não pára de se transformar ao longo da vida. Até o dia em
que os filhos se tornam adultos, constituem a própria família e
recomeçam o ciclo. O que eles precisam é ter certeza de que estamos
lá, firmes, na concordância ou na divergência, no sucesso ou no
fracasso, com o peito aberto para o aconchego, o abraço apertado, o
conforto nas horas difíceis.
Pai e mãe - solidários - criam filhos para serem livres. Esse é o
maior desafio e a principal missão.
Ao aprendermos a ser “desnecessários”, nos transformamos em porto
seguro para quando eles decidirem atracar.
"Dê a quem você Ama :
- Asas para voar...
- Raízes para voltar...
- Motivos para ficar... " - Dalai Lama"

21 de mar de 2012

SOLIDÃO

Solidão não é a falta de gente para conversar, namorar, passear ou fazer sexo... Isto é carência.
Solidão não é o sentimento que experimentamos pela ausência de entes queridos que não podem mais voltar... Isto é saudade.
Solidão não é o retiro voluntário que a gente se impõe, às vezes, para realinhar os pensamentos... Isto é equilíbrio.
Solidão não é o claustro involuntário que o destino nos impõe compulsoriamente para que revejamos a nossa vida. .. Isto é um princípio da natureza.
Solidão não é o vazio de gente ao nosso lado... Isto é circunstância.
Solidão é muito mais do que isto.
Solidão é quando nos perdemos de nós mesmos e procuramos em vão pela nossa alma....

Francisco Buarque de Holanda

13 de mar de 2012

Hiper-Sexualização das meninas!!!!!


HIPER-SEXUALIZAÇÃO DAS MENINAS


Melanie FREY/ReservoirPhoto pour “Choc Hebdo”
A hiper-sexualização das meninas inquieta o governo francês e o Senado acabou de tornar público um relatório sobre esse fenômeno de sociedade.
Meninas de 8 anos com sutiãs recheados, sapatos com salto agulha, mini-strings e maquiadas é fato corriqueiro na mídia, redes sociais e programas de televisão. Não se trata somente de uma sexualização da moda infantil mas também das expressões das crianças, das posturas e dos interesses considerados precoces demais para a idade.
Psicólogos e pedagogos alertam para os seguintes aspectos:  a hiper-sexualização banaliza a pornografia e a violência; fragiliza as crianças na área do equilíbrio psiquico-afetivo e perturba a construção da indentidade. A introdução precoce da sexualidade provoca estragos psicológicos irreversíveis na maioria dos casos.
.
O fenômeno se tornou um problema nacional a partir do escândalo da Vogue.  Em 201o esta revista publicou fotos de uma menina de 10 anos maquiada, com roupas e posições sugestivas. Essa reportagem  levou o governo a encomendar o relatório parlamentar apresentado esses dias. Ele é severo e   aconselha proibir os concursos de mini-miss, aconselha a re- introdução do uniforme escolar e preconiza a proibição  menores de 16 anos representantes de marcas da alta costura  e do prêt à porter.
Este fenômeno adquiriu aspectos internacionais e a cidade de Quebec é exemplo em como tratar a questão. A Bélgica e o Reino Unido também. David Cameron pediu o ano passado um relatório sobre o assunto intitulado Let Children be children.
Richard Poulin, sociólogo canadense e especialista da sexualização das crianças, publicou livro onde descreve a relação entre indústria pornográfica, moda e esses  novos hábitos.  A influência da pornografia se exerce em dois polos: a “adultificação” das meninas que se vestem em mulheres fatais e a infantilização das mulheres que  se depilam completamente para terem aparência de uma criança.

A França ataca esse problema de maneira preventiva. Apesar da preocupação do govêrno e dos senadores,  até aqui as crianças francesas continuam crianças e não sucumbiram aos apelos das imagens veiculadas via internet, redes sociais e televisão. Isso, graças ao controle parental. Tem horas que a rígida educação francesa merece uma salva de palmas.

Richard Poulin – La mondialisation des industries du sexe – Ottawa, L’Interligne, 2004.

11 de jan de 2012

PROGRAMA FORMAÇÃO EM ARTETERAPIA- Matrículas abertas!!!


Conteúdo Programático – Formação (540h)


MÓDULO I - FUNDAMENTOS APLICADOS À ARTETERAPIA - 190 horas

1. FUNDAMENTOS DA ARTETERAPIA - 30 horas
1.1. Fundamentos teóricos da Arteterapia:
      1.1.1. Conceituação
            1.1.2. História da Arteterapia
            1.1.3. Panorama atual (nacional e internacional)                              
    1.2. Abordagens Teóricas:
    1.2.1. Jung (eixo norteador)
    1.2.2. Winnicott, Piaget, Eric Erikson, Freud

2. FUNDAMENTOS DA ARTE - 40 horas
     2.1. História da Arte:
             2.1.1. Pré-História, Antiguidade, Idade Média
             2.1.2. Idade Moderna e Idade Contemporânea    
    2.2.  Linguagem Visual 
               2.2.1. Parâmetros básicos de uma obra de Arte

3. FUNDAMENTOS DA PSICOLOGIA ANALÍTICA – TEORIA E PRÁTICA – 100 horas
    3.1. Estrutura da Psique:
           3.1.1. Consciente (ego) e Inconsciente Pessoal (complexos)
           3.1.2. Inconsciente Coletivo (arquétipos) e Self
           3.1.3. Persona
           3.1.4. Sombra
           3.1.5. Puer / Senex
           3.1.6. Animus / Anima                        
    3.2. Dinâmica da Psique:
           3.2.1. Símbolo e Signo
           3.2.2. Processo de Individuação           
    3.2.3. Energia Psíquica
           3.2.4. Tipos psicológicos

4. FUNDAMENTOS PSICOSSOCIAIS – 20 horas
    4.1. Campos de Atuação da Arteterapia
    4.2. Ética Profissional


 MÓDULO II - TÓPICOS ESPECIAIS APLICADOS À ARTETERAPIA - 50 horas 

5. CICLOS DO DESENVOLVIMENTO HUMANO – 20 horas                                
   5.1. Desenvolvimento do Grafismo Infantil
    5.2. Ciclos do Desenvolvimento Humano: crianças, adolescentes, adultos, idosos

6. PSICOPATOLOGIA E PSICOSSOMÁTICA - 10 horas
    6.1. Noções gerais
     6.2. Correlações da Psicopatologia com a Tipologia Junguiana

7. HARMONIZAÇÃO ENERGÉTICA – 20 horas
    7.1. Cura Prânica
    7.2. Floral e Cristal


MÓDULO III – INTERVENÇÃO PROFISSIONAL EM ARTETERAPIA - 120 horas

8.  TÉCNICAS EXPRESSIVAS – 40 horas
  8.1. Teatro Terapêutico
  8.2. Música
  8.3. Expressão Corporal
  8.4. Técnicas Plásticas

 9.  A OFICINA CRIATIVA – 20 horas

10.   INSTRUMENTOS TERAPÊUTICOS NA CLÍNICA JUNGUIANA – 40 horas
        10.1. Interpretação de Sonhos       
        10.2. Contos de Fadas  
        10.3. Imaginação Ativa
        10.4. Caixa de areia          

 11.  LEITURAS SIMBÓLICAS DAS TRADIÇÕES CULTURAIS – 20 horas
        11.1. Mitologia
        11.2. Alquimia


MÓDULO IV - ESTÁGIO SUPERVISIONADO E FORMAÇÃO CIENTÍFICA EM ARTETERAPIA - 180 horas


 12. ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM ARTETERAPIA – 160 horas
       12.1. Supervisão (60h)
       12.2. Estágio (100h) 

 13. ÁLBUM PESSOAL E APRESENTACAO DO T.C.C. – 20 horas
      13.1. Elaboração, montagem e apresentação do Álbum Pessoal
        13.2. Apresentação do T.C.C.



 Observações:

1 - A orientação do TCC poderá ser feita em conjunto com membros do corpo docente.

2 - As linguagens e Práticas em Arteterapia serão assim distribuídas: 40 horas para os itens de Teatro terapêutico, Música, Expressão Corporal e Técnicas Plásticas (na disciplina Técnicas Expressivas).
As Técnicas Plásticas (Pintura, Argila, Papier maché, Contação de histórias, Literatura, Mosaico, Bordado, Colagem, Tecelagem, Papel colée, Desenho, Escultura, Instalação e Construção) também serão dadas nos horários da programação teórica do curso.

DANIELLE BITTENCOURT- Clínica de Psicologia e Arteterapia

Avenida das Américas, nº 7935 , bloco 2, cobertura 734. Barra Da Tijuca- RJ
Tels: 21- 9316-3608/ 21- 7893-1406
email:
daniellebittencourt@terra.com.br
centrodearteterapia@hotmail.com


MANDALAS!!!!

MANDALAS!!!!